29 de dezembro de 2016

Novos na Estante #20

Tenho a intenção desde o final de dois mil e quinze em dar continuada às postagens de livros novos adquiridos há um bom tempo para controlar o que chegou por aqui... Então, peguei essa postagem que estava nos rascunhos desde o início de 2016 - e que esqueci de postar - para dar prosseguimento à seção. Antes tarde do que nunca!
O desejo é de nos próximos meses atualizar o blogue com as novidades desse ano porque essa postagem me ajuda a reforçar a intenção de ler o que adquiro e passar para frente os que já cumpriram seu papel em minha vida :)
Então, vamos aos Novos na Estante #20 só agora, sim! x)


Para aumentar a coleção de livros infantis (meus e dos sobrinhos), essas foram as aquisições:


Eu quero um amigo, de Anette Bley comprei na encantadora Livraria Companhia Ilimitada, especializada em literatura infantojuvenil.
Os outros vieram de promoções ou descontos imperdíveis no Submarino: Vozes no Parque, do Anthony Browne; O incrível menino devorador de livros, do Oliver Jeffers e  Pepo, el Caballito que Nacio Del Corazon, de Rossana Ramos.
Se as coisas fossem mães, de Sylvia Orthoff, O menino que foi ao Vento Norte, de Bia Bedran e Casa de Vó é Sempre Domingo, de Marina Martinez e Sandra Ronca, os três vieram junto com uma bolsa plástica transparente. 



De uma promoção Cosac + Livraria Cultura no início de 2015, adquiri Crítica, Teoria e Literatura Infantil, de Peter Hunt. 
Em algumas andanças por livrarias, comprei o DVD O casamento de Carlitos e como forma de me "incentivar" a continuar nas aulas de inglês, adquiri Legend da Marie Lu - do curso eu saí, mas o livro pretendo pegar pra ler. 
De outra promoção do Submarino, O último homem, da Mary Shelley, Ishq e Mushq, de Prya Basil, O cabeça de elefante e outras histórias da mitologia indiana contados Lúcia Fabrini de Almeida e a autobiografia da Kim Gordon, A garota da banda.

27 de dezembro de 2016

"Nobody likes you when you're 23"

Sério? 
Que bom, então, porque desde o décimo dia desse mês que se finda fiquei um ano mais velha e com uma nova canção para viver os meus recém-adquiridos 24 anos:

Hello, I know there's someone out there who can understand
And who's feeling the same way as me
I'm twenty-four and I've got everything to live for
But I know now that it wasn't meant to be
'Cause all has been lost and all has been won
And there's nothing left for us to save
But now I know that I don't want to be alone today
So if you find that you've been feeling just the same

So call me now it's alright
It's just the end of the world
You need a friend in the world
'Cause you can't hide
So call and I'll get right back
If your intentions are pure
I'm seeking a friend for the end of the world


Preaching The End Of The World por Chris Cornell


Faixa Bônus: a sensível Old Man cantada pelo magnífico Neil Young: 

Old man look at my life
I'm a lot like you were
Old man look at my life
I'm a lot like you were

Old man look at my life
Twenty four and there's so much more
Live alone in a paradise
That makes me think of two



Até o próximo aniversário o/