5 de novembro de 2013

Novembro e Dezembro nas Bibliotecas: Palestras, Encontros e Oficinas

"Palestras, Encontros e Oficinas

Programação de novembro e dezembro de 2013
O ESCRITOR NA BIBLIOTECA
Giba Pedroza
Giba Pedroza

Giba é contador de histórias, escritor e pesquisador da tradição oral e cultura infantil há vinte anos. Autor de livros infantis e grande pesquisador da nossa tradição oral, foi integrante do Grupo Girasonhos por 10 anos, com o qual lançou o CD, Roda de Histórias. Com de Renata Mattar lançou o CD “Contos de Todos os Cantos”, que foi finalista do prêmio Tim 2008, como melhor CD infantil. Foi roteirista e apresentador do especial infantil “A Menina Trança Rimas”, produzido e exibido na TV Cultura e que homenageia a escritora Tatiana Belinky.
Dia 7 de novembro às 14h  Ponto de Leitura Tide Setúbal

Paulo Lins

Paulo LinsAutor do romance “Cidade de Deus”, iniciou sua história na literatura fazendo poesia. Nos anos 80, fez parte do grupo Cooperativa de Poetas e lançou o livro “Sobre o Sol”. Depois do sucesso de “Cidade de Deus”, impulsionado pelo lançamento do filme homônimo dirigido por Fernando Meirelles, Paulo fez alguns trabalhos como roteirista para a TV (“Cidade dos Homens”) e para o cinema (“Quase Dois Irmãos”). Recentemente lançou o título "Desde que o Samba É Samba", que traça um panorama sobre a origem do samba entre os anos 1928 e 1931 e o surgimento da primeira escola de samba brasileira
Dia 7 de novembro às 19h – Biblioteca Paulo Duarte
Dia 8 de novembro às 10h – Biblioteca Raimundo de Menezes
Dia 8 de novembro às 14h – Ponto de Leitura Jardim Lapenna

Fernando Gonsales 
Neste evento de encerramento das turmas do segundo semestre do Projeto de oficinas de quadrinhos "Fanzines nas Zonas de Sampa", o quadrinista Fernando Gonsales participa de um bate-papo com os alunos e o público presente. Gonsales é criador do personagem Níquel Náusea, publicado no Folha de São Paulo desde 1985. Teve seus trabalhos publicados em diversos países, como Portugal e Inglaterra, foi contemplado com o prêmio Ângelo Agostini 3 vezes e é o maior premiado na categoria “tira nacional” do troféu HQ Mix. 


PALESTRAS E ENCONTROS
Relatos que nos unem 

O colombiano Jorge Melguizo, diretor da Cátedra Medellín – Barcelona (Fundación Kreanta), e consultor de projetos de urbanismo, cultura e cidade, fala sobre suas experiências em países que reconhecem a cultura como caminho para descobrir e explorar a cidade com toda sua diversidade e conflitos. Em especial, Medellín, uma cidade com cerca de 2,3 milhões de habitantes que já foi considerada uma das mais violentas do mundo. A trágica situação começou a mudar a partir de um projeto que previa a construção de bibliotecas e complexos esportivos nos bairros mais problemáticos; instalações amplas e modernas, em áreas que equivalem às favelas brasileiras. As bibliotecas fecham apenas dois dias por ano. A iniciativa, segundo Melguizo, contribuiu para que orçamento público dedicado à cultura passasse de 0,6% para 5%, desde cinco anos atrás. O governo municipal equipara as atividades ligadas à área cultural aos serviços básicos, como por exemplo saúde, segurança e recolhimento do lixo.
Dia 7 de novembro às 19h30 – Biblioteca Belmonte 

Estética da transgressão: transgredindo no social para criar na arte da escrita
Com o escritor angolano Felizardo Tchiengo Bartolomeu Costa
O encontro surge como uma proposta de intervenção e interação com a comunidade, oferecendo um espaço de construção e debate da arte que emerge da chamada Estética da Transgressão. O objetivo é criar um espaço de experimentação de formas de expressão literária que se apropria de elementos não presentes nas produções comuns.
Dia 8 de novembro às 18h – Biblioteca Alceu Amoroso Lima


O CORDEL BRASILEIRO
Biblioteca Belmonte, Temática em Cultura Popular apresenta de 9 de novembro a 7 de dezembro ciclo de palestras com artistas e especialistas em cordel. 

Introdução à história do aparecimento do cordel no Brasil

Com Lucineide Vieria
No final do séc. 19 e início do séc. 20, a cidade do Recife, era o centro cultural e político do Nordeste Brasileiro. A sua Faculdade de Direito recebia os pensadores e literatas que construiriam a cultura brasileira: Castro Alves, Tobias Barreto, Ireneo Joffily, Sílvio Romero e Augusto dos Anjos, entre outros. Paralelamente, um
grupo de poetas oriundos do sertão e da Zona da Mata paraibana começou a publicar em rústicos folhetos seus poemas longos e paródias, pensando o dia a dia do povo trabalhador da futura metrópole: era o cordel que surgia pelas mãos de Leandro Gomes de Barros, Silvino Pirauá de Lima, Francisco das Chagas Batista e João Martins de Ataíde.
Dia 9 de novembro às 10h

Aspectos internos do cordel brasileiro
Com Josué Gonçalves de Araújo
O cordel brasileiro é uma forma poética fixa e exige de seu autor o conhecimento de sua engrenagem e funcionamento. O poeta necessita conhecer: a estrofação do poema (sextilhas, septilhas e décimas); o verso fundamental cordelístico: o setessílabo; noções de rima e ritmo (rima toante e soante), acentuação dos versos; o aparecimento do acróstico como assinatura do poeta; elementos extraídos das obras épicas clássicas; invocação, oferecimento e trama; o que é um personagem em cordel (exemplos: João Grilo, Cancão de Fogo, José do Telhado, Donzela Teodora); e os casos de amor.
Dia 16 de novembro às 10h

O cordel em São Paulo
Com Varneci Nascimento
Desde a segunda metade do séc. 20 que a cidade de São Paulo viu o cordel sendo impresso e distribuídos em suas ruas e levados para venda no Nordeste. A Editora Prelúdio foi a primeira a se interessar pelas histórias de cordel. Com a presença do poeta Manoel D’Almeida Filho coordenando suas ações, transformou- se na grande voz cordelística brasileira. A Editora Luzeiro, sucessora da Prelúdio consolidou a prática e começou a reunir poetas e público amante dessa arte poética. Passado o tempo, a contemporaneidade viu surgir a Caravana do Cordel como movimento fundador de novo pensamento sobre o cordel agregando poetas e pesquisadores.
Dia 23 de novembro às 10h

O que é (e o que não é) cordel
Com Aderaldo Luciano
É muito comum colocar todas as formas de poesia oriundas do Nordeste sob o mesmo nome de cordel, entretanto há diferenças essenciais que a distinguem em vários aspectos. O repente dos cantadores improvisadores violeiros, o coco de embolada, o poema matuto, a rezas e benditos, as canções e os poemas curtos de inspiração bucólica ou de gracejo, todos são confundidos e colocados lado a lado no mesmo leito. O cordel difere de todos em sua textura poética, cultural e linguística. O seu produto escrito difere dos seus primos orais. O papel é seu suporte mais legítimo desde sua origem no Recife, impresso em máquinas tipográficas elétricas ou pequenos prelos manuais. Com o aparecimento da xilogravura passou-se, com o tempo, a confundi-la com o cordel. O próprio folheto terminou por assumir posto de sinônimo do cordel, mesmo quando este tomou para si suportes mais robustos.
Dia 30 de novembro às 10h

Síntese histórico‐literária do cordel
Com Nando Poeta
Desde a época dos fundadores que o cordel teve, claramente, momentos poéticos e episódicos que o consolidaram na história nacional. Leandro Gomes de Barros e seus principais folhetos; João Martins de Ataíde e a confusão na autoria de seus cordéis; Francisco das Chagas Batista e a criação da Popular Editora; a querela do Pavão Misterioso; a escrita de José Pacheco colocando Lampião no Inferno; Manoel D’Almeida Filho encontrando a Prelúdio e publicando seus clássicos; a crise no início dos anos 80; a retomada gloriosa no séc. XXI; a escrita feminina autenticando seu espaço; as academias, as associações, seus erros e acertos; novas editoras na cena cordelística.
Dia 7 de dezembro às 10h 

Envelhecimento Ativo
Com a psicóloga Clarice Barbosa 
Bate-papo sobre envelhecimento ativo para melhorar a qualidade de vida. Terceira Idade. 

Dia 14 de novembro às 14h – Biblioteca Amadeu Amaral

Luiz Gama, um moleque Mandinga na Real Província de São Paulo
Com Salloma Salomão
Apresentação sobre vida e obra de Luis Gama, sua trajetória épica e luta contra a escravidão negra em São Paulo na segunda metade do século 19. A atividade contará com apresentação de um conto. Ao final do encontro, será feita uma visita à exposição ‘Luiz Gama – poeta, republicano e abolicionista‘, no Sítio da Ressaca, localizado ao lado da biblioteca. 
**Salloma Salomão é africanista e Doutor em História Social pela PUC São Paulo, Pesquisador-educador, letrista, vocalista e flautista. Pesquisador visitante do Instituto de Ciências Socais da Universidade de Lisboa, pesquisando culturas musicais africanas nos Brasil nos séculos XIX e XX.
Dia 22 de Novembro às 10h – Biblioteca Paulo Duarte


Ademir Pascale e Adriano Siqueira

Humor e Medo na Biblioteca Fantástica

Neste encontro na Biblioteca Viriato Corrêa, Ademir Pascale bate um papo com os leitores e fala sobre a vida e obra de Edgar Allan Poe, e o especialista em vampiros Adriano Siqueira apresenta curiosidades sobre obras de suspense e o terror:

Vida e Obra de Edgar Allan Poe

O escritor e ativista cultural Ademir Pascale, organizador da antologia "Nevermore - Contos Inspirados em Edgar Allan Poe", fala sobre a obra daquele que é considerado o pai da literatura policial e de suspense, e a influência de sua obra na literatura mundial.  
Dia 23 de novembro às 15h

O suspense e o terror, dos quadrinhos ao cinema 
Adriano Siqueira, autor de Adorável Noite, traz curiosidades sobre obras de suspense e o terror, dos quadrinhos ao cinema, passando pela deliciosa mistura do humor com terror, tema do segundo livro "Terrir", antologia organizada por Marcelo Amado, e "Domingo, Sangrento Domingo", HQ de terror e suspense com roteiro de Romeu Martins e arte de Victor Conceição.
Dia 23 de novembro às 16h30

InCorpoAr Coletivo de Dança 

Durante os meses de novembro e dezembro o InCorpoAr Coletivo de Dança realizará quatro encontros visando propiciar aos interessados, através de sua metodologia de pesquisa, experimentos sobre seu trabalho atual: Desejo. - Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

  • Dia 23 de novembro às 14h: Workshop de dança contemporânea com a construção de movimentos a partir da metodologia de pesquisa utilizada pelo grupo. Livre
  • Dia 30 de novembro às 10h: Instalação sensorial: Instalações ocupam a biblioteca, voltadas à percepção e estimulação dos sentidos. Livre
  • Dia 11 de dezembro às 20h: "À Flor da Pele": Performance em dança contemporânea explora os espaços com música ao vivo, e bate papo com a psicóloga Camila Massuci, sobre a temática do Desejo. Para maiores de 18 anos
  • Dia 19 de dezembro às 19h: Sarau Poético: Música, leituras e outras ações sobre a temática do desejo. Livre.

Troco um causo por um conto

A intervenção realizada pelo escritor contista Daniel Viana sugere uma troca poética. O artista ouve uma história pessoal do público e transforma esse relato em um microconto ou poesia, na hora. O texto é então datilografado em um guardanapo colorido e presenteado ao contador da história.  Realização: Guardanapos poéticos – 100 contos por 10 contos trocados | Programa VAI – 2013 | PROAC – Criação Literária
Dia 28 de novembro das 12h às 14h – Biblioteca Viriato Corrêa

Como fazer uma boa pesquisa
O Google o maior site de busca e de entretenimento do mundo, é a ferramenta de pesquisa de livros, jogos, notícias etc. Utilizar o buscador parece bem simples, mas o Telecentro da Biblioteca vai ajudar  você a realizar suas buscas com agilidade e sucesso. 
Dia 30 de novembro às 12h – Biblioteca Nuto Sant’Anna

Antologia "!"
Neste encontro, convidados participam de uma mesa-redonda e ministram duas palestras sobre temas ligados ao mercado editorial e à literatura fantástica. Às 11h, autores da antologia conversam com a editora Bia Machado, da Caligo, sobre o tema "Das redes sociais à publicação: relatos de experiência de novos autores". Logo após, os autores Alfer Medeiros e Suzy Ramone falam sobre "O Fantástico no Imaginário Popular". Na sequência, Thiago Prada e Karina Rodrigues abordam o tema "Utopia e Distopia: Problematizações no presente". Após as atividades, haverá sessão de autógrafos.
Dia 30  de novembro a partir das 11h - Biblioteca Viriato Corrêa 

Antologia Poesia 2012
Lançamento do livro coletivo "Antologia Poesia 2013", organizado pelo escritor Marciano Vasques, com a participação de 30 poetas de diversas cidades e estados brasileiros, sendo quatro convidados internacionais - de Portugal, Chile, Moçambique e Espanha. Haverá apresentação musical da cantora Ana Claudia  Marques, acompanhada pelo violonista Maurício Bananno.
Dia 6 de dezembro às 20h - Biblioteca Viriato Corrêa


OFICINAS

Capoeira

Com Mestre 22 e Quati
O grupo Cativeiro resgata a dignidade cultural através do jogo, da dança e da ginga, ensinando aos praticantes a resistência, a persistência no modo de enfrentar o mundo com respeito. Aulas de Maculelê, contos afros e história da Capoeira. Para maiores de 5 anos.
As 3as, 4as e 6as feiras até 27 de novembro às 18h - Biblioteca Paulo Duarte e Acervo da Memória e do Viver Afrobrasileiro

Dança do Ventre
Com Ainê Aymelek
O corpo como expressão da poesia através da manifestação da sensibilidade. O ‘ventre’ traduz a origem de todo encantamento. Vertentes: Dança Zaar –Norte da África, Aula Tribal, Dança do Ventre Clássica e Moderna, Dança do Chá – Marrocos, Dança Hagallah – Líbia, Dança Gawazze – Egito. Representações Culturais do norte Africano. Para maiores de 5 anos

Dança Sênior
Com Judith Toyoko Ueno
Oferece através de ritmos africanos exercícios para a terceira idade, expressão corporal para correção de postura e prevenção de doenças degenerativas. Adulto e terceira idade.

Artesanato
Com Silvana Carvalho
Pesquisa traços e de origens afros, tear, crochê e confecção de mantos com motivos africanos
As 5as feiras até 28 de novembro às 15h - Biblioteca Paulo Duarte e Acervo da Memória e do Viver Afrobrasileiro

Música Vocacional
Com Tiago Gati
Orientação musical para formação de bandas e grupos, produção de shows e gravações.
As 3as feiras até 26 de novembro às 15h - Biblioteca Paulo Duarte e Acervo da Memória e do Viver Afrobrasileiro
As 4as feiras até 27 de novembro às 10h - Biblioteca Paulo Duarte e Acervo da Memória e do Viver Afrobrasileiro
Com Ronaldo Monezzi
As 6as feiras até 29 de novembro às 10h e às 14h - Biblioteca Adelpha Figueiredo
Com Daniel Dias
Aos sábados até 30 de novembro às 13h Biblioteca Paulo Setúbal
Aos domingos até 24 de novembro às 12h - Biblioteca Paulo Setúbal

Liang Gong
Com a professora Aurora da comunidade de Santo Amaro
Ginástica desenvolvida na china para melhoria de más posturas e de movimentos agressivos à lógica do corpo humano. Livre
As 2as feiras até 25 de novembro às 9h – Biblioteca Prestes Maia

Oficina de artesanato
Com a prof.ª Andréia Mendes Florez 
Aplicação de patch apliquê em tecido entre outras técnicas
As 4as feiras até 18 de dezembro às 9h – Biblioteca Paulo Setúbal

Oficina de Artesanato     
Com Mileny Ivanov e Marta Nosé Ferreira 
Oficina diversificada, com vários tipos e técnicas de artesanato, acompanhadas de contação de histórias. Para maiores de 10 anos
As 4as feiras até 27 de novembro às 15h – Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Dança Feminina  
Com Gislaine Ferrigno
Dança feminina com participantes do Grupo Esperança. Terceira Idade 
As 4as feiras até 18 de dezembro às 13h30 – Biblioteca Amadeu Amaral

Brincando com Origami
Com Claudete e Luzia 
Confecção de guirlanda de tsuru e kusudona (bola) e peças para origami modular.
Dias 6, 20 de novembro e 4 de dezembro às 14h – Biblioteca Malba Tahan

Introdução às Flautas Andinas 
Com Ademar Farinha
A oficina busca sensibilizar os participantes para o conhecimento da diversidade cultural dos países da América do Sul e sua interação com a cultura brasileira. A partir da música e do aprendizado das flautas, os alunos irão conhecer os ritmos, o folclore, tradições e manifestações populares de outros povos latino-americanos. De 12 a 18 anos 
As 4as feiras até 27 de novembro às 14h – Biblioteca Adelpha Figueiredo

Xilogravura 
Com Valter Eduardo
A Oficina trabalha a expressão plástica em xilogravura, manifestação artística muito associada à literatura de cordel. Trata-se da criação de imagem em madeira e aplicação para o papel. A atividade conta com aulas teóricas e práticas.  
Inscrições na Biblioteca
As 6as feiras até 28 de dezembro às 9h – Biblioteca Belmonte
Sahaja Yoga - Uma descoberta extraordinária
Com Yona Bumberger
Uma yoga para os tempos atuais e pode ser praticada por pessoas de qualquer idade, e sua prática nos confere equilibrio emocional, paz interior, harmonia e saúde.
Dias 9, 23 de novembro e 7 de dezembro às 10h – Biblioteca Malba Tahan

Projeto Sábado Harmônico
Tem como objetivo divulgar a Música de Câmara dando ênfase a Música Brasileira. Sempre apresentando jovens solistas e acompanhadores, assim como professores.
Dias 9 de novembro e 14 de dezembro às 16h – Biblioteca Paulo Duarte e Acervo da Memória e do Viver Afrobrasileiro

Teatro Vocacional
Com Vânia Terra. Para maiores de 14 anos
As 2as feiras e sábados até 30 de novembro às 14h – Biblioteca Belmonte

Xadrez
Com José Alberto Batista Mendes. Para maiores de 10 anos
As 4as, 6as e sábados até 28 de dezembro às 14h – Biblioteca Paulo Setúbal
Com José João dos Santos.  Livre
As sábados até 21 de dezembro às 10h – Biblioteca Amadeu Amaral

Origamando histórias
Com Lau Moraes
Histórias de natal com oficina de confecção de objetos natalinos. Livre
Dia 6 de dezembro às 14h – Biblioteca Hans Christian Andersen

Oficina de pipa
Com Ademir Pereira de Lima e Waldir Ordanini
Será realizado um curso de confecção de pipas para iniciantes, utilizando papel de seda, varetas e cola. Após o término do curso, as crianças poderão se divertir com as pipas que fizerem. Infantil
Dia 13 de dezembro às 14h – Biblioteca Lenyra Fraccaroli

Vocacional Apresenta: 
Aquele que diz sim, aquele que diz não e aquele que nada diz
Alunos do Projeto Vocacional de Teatro. Professora Raquel Anastásia  
O processo teve como ponto de partida, o depoimento pessoal, ficcional ou a mistura de ambos, que em seguida foram transformados pelos vocacionados em diversas composições teatrais. As histórias de autoria dos artistas partiram de um mesmo acontecimento, mas reverberaram diferentemente em cada grupo, resultando assim, em três cenas distintas.
Dias 16 e 23 de novembro às 13h – Biblioteca Afonso Schmidt

Apresentação dos alunos do Projeto Vocacional de Dança
Sob a coordenação e supervisão da artista-orientadora Luciana Bortoletto.
Um processo de criação dos vocacionados das duas turmas locais, cujo foco foi, desde o início das atividades, a ocupação dos espaços da Biblioteca. Ampliado no decorrer do processo, para a ocupação também das ruas e demais espaços externos, em virtude das manifestações populares. Acrescido também de uma instalação, com exposição de textos e imagens dos encontros/aulas, criados pelos próprios alunos.
Dia 24 de novembro às 10h – Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato

Música
Festa de encerramento do Projeto Vocacional 2013 na Biblioteca Pedro Nava, show com a participação de músicos do projeto e da comunidade
Dia 29 de novembro às 14h – Biblioteca Pedro Nava

Mostra de Artes
Para celebrar no fim do ano de 2013, será realizada a Mostra De Artes com apresentação dos processos artísticos do Programa Vocacional de Artes Visuais.  Vídeoinstalação, gravuras, colagem, desenho, pinturas, lambe-lambe, poemas em estêncil, intervenção no jardim, instalações com histórias confessadas em diferentes pontos da Cidade de São Paulo. Haverá também apresentação do vocacional de música com samba e canções populares. Participação especial do vocacionado Itamar Florêncio do Ceu Lajeado.
Dia 30 de novembro das 13h às 16h – Biblioteca Nuto Sant´Anna

Apresentação musical dos alunos de canto e violão
Com Anita Deixler
Apresentação de encerramento do curso do segundo semestre.
Dia 30 de novembro às 16h – Biblioteca Cassiano Ricardo"


Postagem Programada :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário ^^

Respondo todos (ou quase todos) os comentários nesse mesmo espaço.
E assim que possível, retribuo a visita em seu blog/site ou te pago um café na padaria mais próxima!
Marque a opção "Notifique-me" para saber quando seu comentário for respondido e não esqueça de deixar o link do seu blog/site para eu visitar depois!

Beijos,
Maura C. Parvatis!