3 de agosto de 2013

Fragmento de Sábado #9

Então você se encanta por passagens de um livro antes de lê-lo... 
Quando assisti o trailer de As Vantagens de ser Invisível baseado no livro homônimo escrito por Stephen Chbosky, algumas frases ditas pelos personagens me fisgaram... E eu decidi que queria ler ainda mais esse livro, mesmo já tendo sido convencida a lê-lo lá pelos idos de 2007, 2008 quando li a respeito dele numa seção da Capricho [ela ainda existe? HAHA], o comentário da colunista me animou mas naquela época eu não comprava livros e não sabia usufruir direito das bibliotecas da cidade.
Enfim, hoje compartilho alguns fragmentos de As Vantagens de ser Invisível que comecei ontem à noite e pretendo terminar amanhã, ou não me chamo Maurinha.

"Sam e Patrick me levaram de carro à festa naquela noite, e eu me sentei no meio na picape de Sam. Ela adora a picape, porque eu acho que o carro a fez se lembrar do pai. A sensação me aconteceu quando Sam disse a Patrick para encontrar alguma coisa no rádio. E ele só encontrava comerciais. E comerciais. E uma música de amor muito ruim que tinha a palavra "baby". E depois mais comerciais.
E por fim ele encontrou esta canção realmente maravilhosa sobre um cara, e nós
ouvimos em silêncio. Sam batucava com as mãos no volante.
Patrick colocou o braço para fora do carro e fazia ondas no ar. E eu fiquei sentado entre os dois. Depois que a música terminou, eu disse uma coisa:
"Eu me sinto infinito."
E Sam e Patrick olharam para mim e disseram que foi a melhor coisa que já tinham
ouvido. Porque a música era ótima e porque estávamos prestando
muita atenção nela. Cinco minutos de toda uma vida tinham passado, e nós nos sentíamos jovens de uma forma legal. Eu cheguei a comprar o disco, e contaria a você como foi, mas na verdade não foi o mesmo que estar em um carro a caminho de sua primeira festa de verdade, e você está sentado no meio da picape com duas pessoas legais quando começa a chover."
Páginas 43/44

"[...] Patrick descia as escadas. Acho que Brad tinha ido embora. E Patrick sorria. E Bob começou a sacanear, dizendo que ele estava caído pelo quarterback. E Patrick sorriu ainda mais. Não acho que tenha visto o Patrick s rir tanto. Depois Patrick apontou para mim e disse uma coisa ao Bob:
― Ele é uma figura, né?
Bob concordou. Patrick depois disse alguma coisa acho que nunca vou esquecer.
― Ele é invisível.
E Bob assentiu com a cabeça. E todos no porão fizer o mesmo. E comecei a ficar nervoso como Bob, mas Patrick não me deixou ficar nervoso demais. Sentou-se do meu lado.
― Você vê as coisas. Você guarda silêncio sobre elas. Você compreende.
Não sei o que as outras pessoas estavam achando de mim. Não sei o que elas pensavam. Eu estava sentado chão de um porão, na minha primeira festa de verdade entre Sam e Patrick, e lembro que Sam me apresentou como amigo a Bob. E lembro que Patrick fez a mesma coisa com o Brad. E comecei a chorar. E ninguém naquele porão me achava estranho por estar fazendo isso. E depois e comecei a chorar pra valer. 
Bob ergueu seu drinque e pediu a todos que fizessem mesmo.
"A Charlie."
E todo o grupo disse: "A Charlie."
Páginas 47/48

Qual livro você está lendo atualmente, já marcou muitas passagens bacanas nele? :)
Beigos!

4 comentários:

  1. Oi Maura!!
    Eu adoro trechos de livros, poesias, geralmente tb posto no blog, mas sempre aquelas que me tocam por algum motivo, quem sabe de repente pode fazer outra pessoa tb querer ler o livro né?
    bjos
    Melissa Padilha
    De Coisas por Aí

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Melissa, eu adoro ler a citações e poesias postadas por ti, já fiquei/estou com vontade de ler vários livros, conhecer autores por sua culpa, hihihi

      Beigos!

      Excluir
  2. Amo!
    Cada carta do Charlie me toca de uma forma diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo, Paty, tô adorando ler as cartas do Charlie *0*

      Excluir

Obrigada pelo comentário ^^

Respondo todos (ou quase todos) os comentários nesse mesmo espaço.
E assim que possível, retribuo a visita em seu blog/site ou te pago um café na padaria mais próxima!
Marque a opção "Notifique-me" para saber quando seu comentário for respondido e não esqueça de deixar o link do seu blog/site para eu visitar depois!

Beijos,
Maura C. Parvatis!