28 de maio de 2013

Insensatos Corações por Marlene Saes e Espírito Luizinho

Editora: InteLitera 
Autores: Marlene Saes e Espírito Luizinho
ISBN: 9788563808134
Páginas: 224

Sou uma pessoa que acostuma-me rapidamente...
Após dois livros assinados por Zíbia Gasparetto espero encontrar a mesma bela escrita em outros romances espíritas, eu deveria ter o mesmo pensamento que tenho com relação a outros tipos de romances quando o assunto for romance espírita, é, eu deveria! 
Se a pessoa que vos fala continuar achando que vai ler um livro de Gasparetto toda vez que começar a ler um livro desse gênero, com certeza, continuarei achando tudo muito mediano

Marlene Saes que ''atua nas áreas de psicografia, psicofonia e orientação'' pelo Espírito Luizinho nos narrará o encontro de muitas vidas que se cruzarão por séculos... 
''Um grupo de pessoas interligadas em várias reencarnações, entrelaçados pelo destino, vivenciando o amor, a paixão, o ódio, a traição, a vingança e o perdão. Contudo, a bondade divina sempre concederá oportunidades de reajuste, de suplantação das imperfeições, através de reencontros redentores.''. 

Esse é um bom livro para se aprender mais sobre a doutrina espírita e o plano espiritual, o que nos acontece após desencarnar, como em Violetas na Janela, quando o espírito Patrícia por intermédio da médium Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho nos contará como foi sua desencarnação e ''como é a vida no plano espiritual - como é a alimentação, a vestimenta e a sensação que teve ao rever a família.'' Mas não é um bom romance. Eu tentei me convencer durante toda a leitura de que ''eu precisava gostar mais de Insensatos Corações'', mas eu estarei me enganando se dissesse que ADOREI o romance! 
Não gostei do romance que é vendido como ''altamente apaixonante'', não me apaixonei... 
Como já citei, é um bom livro para se aprender mais. Puxa, eu aprendi até que bastante com ele e acho que se a autora teve alguma intenção de ensinar, essa missão foi cumprida. 
Faz um bom tempo que me afastei da Doutrina Espírita e me vi interessada em retornar às reuniões públicas graças a esse livro e, dessa vez, a preguiça não me fará dormir até mais tarde no domingo.

Houveram outros motivos que me deixaram decepcionada  com a narrativa, na realidade, foram dois apenas... Primeiro: a falta de descrição, sabemos onde de passa, nomes das personagens e uma descrição psicológica... Mas, nenhuma descrição física. Dessa vez, eu pude criar livremente a face que desejava para Mariana, Antero e as demais personagens. Mas eu não gosto de ler narrativas pouco descritivas. Dependendo da intenção, um texto sem [ou com pouca] descrição pode calhar, mas aqui não deu certo. E o segundo motivo: os erros de revisão, a personagem Mariana vira Maria!, Marina! e a Maura fica o resto do livro procurando personagens que mudam de nome a cada parágrafo, mas foram poucos, ainda bem!

Enquanto lia Insensatos Corações, imaginava-me sentada em uma roda ouvindo uma grande história contada por uma pessoa que não preocupou-se muito em ornamentá-la já que sua intenção era transmitir uma história de reencontros redentores.



Beigos!

3 comentários:

  1. Oi Maura !
    Bom, como já falei eu sou espírita, e uma coisa que tenho tido muito cuidado nos últimos tempos é com os chamados "romances espíritas" eu confesso que hoje prefiro muito mais um livro doutrinário, do tipo do medium Raul teixeira, ou mesmo de Divaldo Franco ou Chico Xavier do que muitos que estão por aí, dizendo-se espírita e não são, não estou dizendo que esse livro especificamente não é espírita, nem poderia dizer isso porque não li. Mas, ando com os dois pés atrás e até leio mas com meu senso crítico ativado a nível máximo. Como espírita vc encontra muitas incongruências com o que foi levantado por Kardec e é ai que eles que perdem pra mim. Claro, eles sempre passam uma mensagem boa, mas alguns misturado com muito misticismos e coisas sem sentido.
    beijos e boa sorte na volta as palestras! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Melissa! :3

      Ah, vou pesquisar os títulos de Raul Teixeira, que não recordo se já ouvi a respeito :)

      :*

      Excluir
  2. OLá, recebi o livro Insensatos Corações Marlene Saes, pelo Clube do Livro e não estou conseguindo ler. Estou tentando ler rapidamente para passar adiante. Leio, inclusive, em pé, comecei ontem. Parece um romance escrito por alguém de 16 anos, não desmerecendo a adolescência. Só para se situarem. O emprego de vírgula é constante e usada como 'pausa para respirar' em cada frase. Parágrafo, quando não é parágrafo. Sem riqueza das palavras. A autora diz que o pai de Mariana fez MUITOS exames, quando poderia descrever diversos exames e colocar quais, por exemplo, visto ser uma estória real, a pessoa fez exames, não fez?
    Estou no capítulo três.
    Obrigada pelo espaço,
    Sandra Gui.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário ^^

Respondo todos (ou quase todos) os comentários nesse mesmo espaço.
E assim que possível, retribuo a visita em seu blog/site ou te pago um café na padaria mais próxima!
Marque a opção "Notifique-me" para saber quando seu comentário for respondido e não esqueça de deixar o link do seu blog/site para eu visitar depois!

Beijos,
Maura C. Parvatis!