10 de setembro de 2012

O Circo da Noite por Erin Morgenstern

Editora Intrínseca
Autora: Erin Morgenstern
Tradução: Claudio Carina
ISBN: 9788580571608
Páginas: 365

O Circo da Noite foi um dos livros mais comentados no primeiro semestre de 2012, por ter sido amplamente divulgado pela editora e por ter dividido opiniões: uns amaram e outros, simplesmente, odiaram! 

Eu faço parte da turma que adorou o romance de estreia de Erin Morgenstern, após quase seis meses do término da leitura, continuo afirmando que foi um dos melhores livros lidos no ano, mas agora... Consigo enxergar com clareza os prós e contras da narrativa, enquanto digito esse texto peso-os, creio que cheguei à conclusão de que as qualidades desse romance são mais fortes que seus defeitos... 

O narrador, ao contrário das hordas de romances em primeira pessoa, é oculto, ele nos guia pelo circo que se desenha magicamente à nossa frente em quatro partes, nos capítulos que se seguem a essas partes em que conhecemos mais um pouquinho desse circo que só abre à noite e fecha ao amanhecer, somos apresentados e acompanhamos a rotina de um dos inúmeros personagens da história, em poucos parágrafos ou durante mais de um capítulo. 

Temos o prazer de conhecer Celia e Marco, desde suas infâncias e o momento em que são colocados numa aposta, um duelo mortal, ela por seu pai - o mágico Próspero, ele pelo tutor que o tira do orfanato londrino onde vivia com o propósito de ensiná-lo técnicas de ilusionismo e vencer o duelo. Celia na América é treinada pelo pai com técnicas desprezíveis, a menina, ao contrário, de Marco possui um dom genuíno e suas ilusões podem ser tidas como meros truques, mas são mágicos, o que a torna uma competidora mais forte que o garoto.
Durante anos, os garotos são treinados para algo... Para uma competição, mas eles não sabem quando ela se realizará, nem onde, até que o pai de Célia morre e ela vai até a Inglaterra, onde o ‘’O Circo dos Sonhos’’ está sendo criado e ela e seu inconfundível talento a tornam a ilusionista perfeita para aquele excêntrico circo decorado apenas com as cores vermelho, preto e branco e que, ao invés de um único picadeiro, é constituído por diversas tendas com espetáculos individuais dentro delas e que surge do nada no lugar de suas próximas apresentações e como disse acima, abre à noite e fecha seus portões ao amanhecer.

Marco e Célia são as personagens principais, não há dúvidas, mas esse livro é sobre o circo e não me venham dizer que é sobre o romance que , nem é spoiler, acontecerá entre nossos competidores, creio que a editora quis vender o romance, colocaram na mente de nós pobres leitores que o livro era um romance proibido, avassalador quando nota-se claramente que o flete fatal que se dá entre as personagens/inimigos mortais é um mero chaveirinho diante da magnificência do circo idealizado pelo excêntrico e rico Chandresh, ah, Chandresh, que tem como assistente o jovem (suspira) Marco.

Se eu tivesse a oportunidade de cruzar com esse circo, amarraria meu cachecol vermelho no pescoço como os Revêurs (os fãs do Le Cirque des Rêves que viajam pelo mundo em busca dele) e embarcaria junto com eles para fazer parte daquilo porque a narrativa descritiva de Erin me deixava emocionada, com sua minúcia, seu cuidado em nos fazer imaginar e sentir tudo aquilo, os cheiros, as superfícies que eu pisava enquanto adentrava mais no circo em cada noite em que ia até ele, os sentimentos das personagens, de todas elas... Sinto em desagradá-lo, outros leitores, mas a narrativa não linear de Erin não é confusa, as dezenas de personagens não são apresentadas de forma desconexa, todas elas têm uma função essencial na trama e no circo, mesmo se sua função for vender camundongos de chocolate.
E o circo é lindo, eu me via caminhando entre suas tendas listradas, adentrando ao Jardim de Gelo, tendo minha sorte lida pela cartomante, assistindo Celia aparecer e desaparecer ao meu lado, parece que foi ontem que manuseei os cadernos de Marco e senti a opressão que Bailey sentia e que desaparecia ao adentrar no circo. 

Ah, ainda terei a oportunidade de encontrar essa escritora e brigar com ela, em dois pontos: Foi intencional o romance entre os dois competidores? Se sim, ou se não, por qual motivo ele não foi trabalhado melhor, querida? Quando menos esperamos, lá estão Marco e Celia apaixonados. O outro defeito é ser ficção! Eu, às vezes, fechava exasperadamente esse livro e brigava: Não, é ficção. Por qual motivo, eu quero viver isso, sendo que isso... não existe?!
O bom da imaginação humana é fazer de palavras escritas imagens duradouras em nossa mente... A viagem, a aventura que eu passei ao longo dos anos em que acompanhei as turnês do circo pelo globo, desde a sua ascensão, em cada lugar deixando um Revêur – um amante daquele espaço mágico e tricolor - e sua queda me fizeram crer que o grande trunfo desse livro é a exaltação da capacidade humana de sonhar (em preto e branco, ou não) a partir das páginas de um livro.

A linda capa de edição americana,
eu quero ela, eu quero! 
Beigos!

12 comentários:

  1. Eu tenho a grande sensação de que vou ser uma das que vai amar esse livro!
    Só preciso tomar vergonha na cara e ler de uma vez! rsrs

    Seis meses pra publicar uma resenha...
    Imagino quanto tempo levaria pra você escrever um livro...
    Brincadeira!!!

    Beijão
    www.desigusson.com

    ResponderExcluir
  2. Ei, Maura!
    Não consegui gostar desse livro tanto quanto você. Fiquei decepcionada com ele porque eu esperava bem mais.
    E o fato de ter o Circo como personagem só me deixava cansada durante a leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Ei, Desi!
    Por qual motivo você ainda não leu? Trate-se de levantar dessa cadeira e ler O Circo... Você vai adorar!!!

    Como comentei no Twitter, 5 anos escrevendo meu 'livro', quando o primogênito estiver na faculdade termino, hahaha.

    Beigos!

    ResponderExcluir
  4. Eii, Babi!
    Ah, que pena que você não gostou, quando comecei a ler estava com uma expectativa danada com relação a ele, aí decidi deixá-las de lado e aproveitar a leitura, e bom... aproveitei até demais, adorei o livro, eu costumo recomendá-lo muito mas sempre fico com um pé atrás pensando se a pessoa gostará da narrativa ou vai ficar cansada ao lê-lo por ter o Circo como o grande personagem.

    Beigos!

    ResponderExcluir
  5. Maura, sinceramente, amei a sua resenha. Foi em todos os sentidos a melhor resenha que li sobre esse livro. Apaixonada e ao mesmo tempo com os pés no chão, sem perder o senso crítico. Não é todo dia que vejo uma resenha tão perfeita. Parabéns.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Salve Maura,
    você tá ligada que esse é um livro que eu não leria, nada contra nem a favor, mas... cê sabe!

    Achei interessante seu texto, acredito que ele tenha conseguido apresentar o livro de maneira imparcial. Embora você tenha "amado" o livro apontou alguns aspectos que poderiam ser melhor apresentados pela autora, isso é legal e demonstra comprometimento e seriedade.

    A parte que eu mais gostei em seu texto foi um um comentário pessoal:

    "O bom da imaginação humana é fazer de palavras escritas imagens duradouras em nossa mente..."

    Achei essa frase fantástica pela simplicidade e a capacidade de traduzir de maneira tão singela e clara, a construção de um mundo, as vezes, fictício a partir de palavras.

    bjs



    ResponderExcluir
  7. Que resenha mais..uou AMEI <3 Valeu a pena esses 6 meses viu hahah

    Ainda não tomei vergonha na cara pra ler esse livro, ou melhor, comprar haha Deve ser por causa do precinho que ainda tô achando salgado kkk Vi que um monte de gente não curtiu esse livro, mas acredito que esse é mesmo aquele tipo de livro que você tem ir sem pretensão alguma.

    BEIJOS ♥
    Mi - CheiroLivros.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Taís!
    Fiquei muito feliz que tenha gostado da ''tentativa de resenha'' sobre um livro que adorei tanto.
    Se ainda não o leu, o leia, Dreamer, uma leitura super recomendável!

    Beigos!

    ResponderExcluir
  9. Salve, Nonato!!!
    Sim, sim, estou ligada que esse livro não é tipo que você leria, mas... um dia talvez você possa lê-lo para se aventurar em um ''local'' desconhecido por ti xD
    Ei, fiquei muito feliz que tenha gostado do texto, e até agora estou chocada por ter conseguido escrever essa frase, acho que ''baixou uma inspiração mui forte'' em mim e eu consegui ''traduzir'' o que sentia, acho que viajei legal - literalmente.

    Beigos!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Mi!!!
    Aee, que bom que gostou!
    Eu acabei comprando ele na época do lançamento, eu quase nunca faço esse tipo de loucura, como seria o livro tema do Virando a Página (clube do livro), decidi comprar com um descontinho de só 10%, sempre dou olhadinha pela internet e vejo o preço dele sempre tão ''carinho'' :x

    Beigos!

    ResponderExcluir
  11. Faz tempo que eu vi resenha dele livro e fiquei com vontade de ler. Logo quando lançou eu fiquei encantada com a capa dela e de perto ela é a coisa mais linda. Aconteceu até uma coisa engraçada na Bienal com esse livro... Eu comprei um livro numa loja e sai de lá correndo pq eu tinha que voltar logo pra casa e nisso eu deixei meu troco de 1 real lá e na saida passei pelo estande da Intrínseca e tinha esse livro. Ele tava acho que 26 reais e faltou 1 real pra eu comprar ele. Me arrependi de ter deixado meu troquinho pra trás. :( Ai agora eu ando namorando ele nas promoções do submarino. Minha vontade de ler já até foi embora mas eu espero encontrar alguma promoção dele pra eu poder comprar.
    Pela resenha, quando eu ler, eu acho que eu vou fazer parte das pessoas que amaram o livro. hehe :)

    Bjs!
    http://prateleiracolorida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, não acredito que por 1 realzinho você não o levou D:
      Espero que você o leia o quanto antes, é um livro que recomendo muito, foi uma experiência incrível... Um dos melhores livros que li em 2012 e que me traz ótimas lembranças :)
      E espero muito que você venha para o lado dos que amaram "O circo..." é um livro que merece ser amado , hehehe

      Beijão!

      Excluir

Obrigada pelo comentário ^^

Respondo todos (ou quase todos) os comentários nesse mesmo espaço.
E assim que possível, retribuo a visita em seu blog/site ou te pago um café na padaria mais próxima!
Marque a opção "Notifique-me" para saber quando seu comentário for respondido e não esqueça de deixar o link do seu blog/site para eu visitar depois!

Beijos,
Maura C. Parvatis!