21 de junho de 2012

Quero Ler #32

Três livros que desejo muito ler, quero, mas que estão na fila para serem adquiridos, comprados ou encontrados nas bibliotecas da cidade.


Excepcionalmente, nessa quinta-feira a tríade de livros que desejo ler!!!
*
Título: A trama do casamento
Autor: Jeffrey Eugenides
Editora: Cia. das Letras
Foram nove anos entre o estrondoso sucesso de As Virgens Suicidas e o lançamento de Middlesex, livro que rendeu o Pulitzer de melhor romance a Jeffrey Eugenides e provou que ele não só tinha se inscrito entre os grandes nomes de sua geração como parecia determinado a não se prender aos estilos e assuntos que tinham feito sua fama. Depois de outros nove anos de espera, a chegada de A Trama do Casamento confirma essa flexibilidade formal e temática e sacramenta sua posição como um dos mais respeitados autores americanos contemporâneos. Acompanhando um trio de alunos da universidade de Brown entre o ano da sua formatura (1982) e o seguinte, Eugenides fornece um acurado retrato da desilusão de uma geração que viu o otimismo revolucionário dos anos 60 se consumir em cinismo e vazio, ocasionando dúvidas e instabilidades de todo tipo. Depois de ler críticos como Jacques Derrida, Roland Barthes e Michel Foucault, a estudante Madeleine Hanna percebe que gostar de romances já não é o bastante para justificar sua vontade de se graduar em letras. O "autor" está morto, os livros viraram "textos", a semiótica está "desconstruindo" a linguagem. E já não há romantismo. O que ela não sabe é se deve mesmo se adequar a esse mundo pouco sentimental, em que a devoção por escritoras vitorianas parece um crime. E ainda maior é sua dúvida entre os dois homens que a disputam. Afinal, Eugenides nos apresenta, ao mesmo tempo, uma inquestionável história de amor, ou duas, ao acompanhar a devoção de Mitchell Grammaticus por Madeleine e a complicada relação dela com o gênio problemático Leonard Bankhead. Ao final do romance, resta uma dúvida: Eugenides escreveu uma paródia, um comentário, ou produziu um dos grandes romances-de-casamento da tradição literária de língua inglesa? Isso cada leitor vai ter que decidir por si próprio. E esse é, certamente o maior mérito do livro. -- "Um romance formidável - erudito, compassivo e penetrante em sua análise de relações de amor... encantador - Eugenides continua mostrando que é um dos melhores romancistas contemporâneos." Kirkus Reviews


Título: Menina Veneno
Autora: Mariana Ribeiro
Editora: Ainda não publicado, uma pena, né :|
Audrey Mantovani tinha dezessete anos, era filha de diplomata e estudante de Jornalismo, que teve a oportunidade de adquirir vasta bagagem cultural em suas viagens ao exterior na companhia do namorado Frederico Fernandes. Seus passaportes estavam repletos de carimbos e suas aventuras logo chegariam ao conhecimento público. Ela carregava dentro de si um dom especial. Sonhava com eventos que ocorreriam em alguma parte do mundo desde a sua infância, mas logo imaginou que poderia tomar alguma atitude no sentido de mudar o curso dos acontecimentos. Como Audrey lidaria com as responsabilidades de prever certos eventos futuros de proporções gigantescas? Quais seriam as consequências se decidisse interferir no destino? Por quanto tempo conseguiria manter o seu segredo preservado da mídia mundial? Menina Veneno resgata a efervescência dos anos 80, onde grandes transformações aconteceram no mundo, importantes para o século XX. A década inspirou liberdade de expressão e permitiu uma verdadeira revolução na música, cinema e artes, fazendo da cultura pop um marco para a época. Menina Veneno é um YA contemporâneo que envolve problemas cotidianos com uma dose extra de sobrenatural. Não vão faltar referências sobre música, filmes, entre outros assuntos relacionados à cultura na década perdida.


Título: Acordei em Woodstock - Viagem, memórias, perplexidades.
Autor: Ignácio de Loyola Brandão
Editora: Global
Em 2000, exatamente no último ano do século XX, o autor partiu com a mulher e um casal de primos para uma viagem à Nova Inglaterra. Além de desejarem conhecer aquele pedaço dos Estados Unidos considerado o maior reduto de escritores de sucesso por quilômetro quadrado, os forasteiros, sobretudo Loyola, que conta sua trajetória nesta obra, foram em busca de Woodstock. Mais do que a referência geográfica, o relato procura revelar como todos tinham em mente a imagem mítica do histórico festival em que rolou, sob a bandeira da paz e do amor, muito sexo, muitas drogas e muito rock and roll.


Beigos!

5 comentários:

  1. Olá, Maura!!
    Fiquei tão feliz ao ver meu livro entre os seus desejados deste ano! Eu não sabia mesmo, ainda bem que me lembrou desse post, ou não saberia que Menina Veneno foi citado na coluna. Weeeeeeeeeeee!
    Agora eu preciso concluí-lo, revisá-lo e mandá-lo para as editoras. Quem sabe ano que vem ele será publicado? Tomara!!
    Muito obrigada mesmo pelo apoio e incentivo sempre!!
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  2. Oba, os dosi primeiros são do meu interesse, mas Woodstock eu nem entendo, acho uma coisa meio louca kkkkkkkk

    Menina-Veneno da Marih promete, a´te pq a autora tem consciência de q pode melhorar sempre, e não fica acomodada diante dos elogios, acho exemplo pra muitos autores!


    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Oie...
    Tudo bom?
    Os três me deram curiosidade... ^^

    Adorei seu blog... Já estou seguindo...
    Depois dá uma passadinha no meu para conhecer... Relíquias da Lylu =D
    http://reliquiasdalylu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Também quero muito ler Menina Veneno, assim como tenho bastante vontade de ler A Herdeira! A Mariana parece escrever muito bem e estou super curiosa para conhecer as obras dela.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Mari!
    OPA, espero que sim! Quando ele estiver nas livrarias, irei pegar e dizer: Olha o livro da Mari, gentes!
    Torço muito pro MV e AH também ;D

    Beeigos!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário ^^

Respondo todos (ou quase todos) os comentários nesse mesmo espaço.
E assim que possível, retribuo a visita em seu blog/site ou te pago um café na padaria mais próxima!
Marque a opção "Notifique-me" para saber quando seu comentário for respondido e não esqueça de deixar o link do seu blog/site para eu visitar depois!

Beijos,
Maura C. Parvatis!