5 de novembro de 2011

Music Box # 7

O Music Box é uma coluna semanal, em que eu, João Lucas, exponho meu gosto musical, apresentando discos novos ou antigos do meu acervo e preferência.

Quanto tempo né? estive muito ocupado com o meu projeto Clãs, curso, escola, mas nada justifica ter ficado esse tempo todo sem postar nesse maravilhoso blog da Maura Parvatis (M não risque de novo U_ú), né? 

Hoje farei um análise do disco de uma das minhas cantoras preferidas: Alanis Morissette, com certeza vocês já ouviram ou já "ouviram falar" dessa incrível cantora! Caso contrário, aproveite para conhecê-la nessa análise do disco mais conhecido e mais vendido da mesma,  Jagged Little Pill.



               Jagged Little Pill foi lançado em 1995 pelo selo da Maverick Records, a gravadora da Madonna na época (a mesma vendeu metade da gravadora anos depois,  o cd é no estilo pop-rock e post-grunge de qualidade, melodias bem feitas, letras bem feitas, o uso de guitarra e até gaita, transformou esse disco em uma obra maravilhosa que bateu records musicais, o disco vendeu mais de 30 milhões de cópias ao redor do globo, com certeza você alguma vez já ouviu Ironic, You Learn ou You Oughta Know.
Vamos dar início a análise desse grandioso disco com a faixa de abertura do álbum, All I Really Want é uma ótima música de pop-rock, com o som de gaita tocado pela própria Alanis, tornando uma ótima canção de abertura do disco, a próxima canção se tornou, foi lançado como single mas não teve clipe oficial, foram lançado uns clipes ao vivo; You Oughta Know é uma das canções mais conhecidas da Alanis, tenho certeza, já teve diversos covers, é uma canção poderosa com uma melodia poderosa, não é a toa que é esse grande sucesso; Perfect é um pouco mais profunda comparada as canções anteriores , Alanis arraza no vocal nessa canção de amor; Hand in My Pocket  diz sobre os problemas ee preocupações diárias que ela encontra, mas centra-se em encontrar formas para relaxar, teve um clipe filmado em preto e branco e em câmera lenta,  Right Through You tem uma letra bem desafiadora ao amado, dizendo que vê o que ele realmente sente, além da batida ser ótima bem pop-rock como a primeira e a segunda, Forgiven é bem ao estilo da anterior, na canção Alanis faz questionamentos e pergunta se vai ser perdoada pelas coisas que fez, lá chegou uma das canções mais conhecidas do disco You Learn na canção, Alanis mostra a importância das decisões na vida e explica que todas as decisões que tomamos vão nos ensinar uma lição valiosa, além de ser uma música empolgante, tem um rítimo maravilhoso, que vai grudar na sua cabeça e te dispertar uma grande emoção, além da lição que é passada na letra,teve dois clipes, um oficial e outro ao vivo, em Head over Feet, Alanis conta de como o amado conseguiu conquistá-la, uma grande canção e a gaita está presente novamente! Mary Jane é uma música muito profunda e tem uma ótima mensagem para as garotas, Ironic a canção de maior sucesso do disco, a letra tem um lado irônico que foi considerado abusivo pelos críticos, em 2004 sua letra foi alterada dando apoio ao casamento gay, "É encontrar o homem dos meus sonhos, e então encontrar a lindo marido dele", o clipe foi muito premiado; Not the Doctor é uma ótima canção, praticamente Alanis diz que não quer ser o "enche linguiça" do homem; Wake Up é uma canção de forte mensagem, praticamente um "acorde para a vida", com uma melodia ótima que fecha o disco, mas...tem duas faixas escondidas... uma versão mais rock de You Oughta Know, e a outra é o fim da última canção, chamada Your House é acapella.

Singles:


Clipes:



Gostaram da análise? Comentem
Obrigado pela atenção, um abraço e até semana que vem!

Fonte de algumas informações, vídeos e imagens : Wikipedia e Youtube.

Abraços, by João Lucas :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário ^^

Respondo todos (ou quase todos) os comentários nesse mesmo espaço.
E assim que possível, retribuo a visita em seu blog/site ou te pago um café na padaria mais próxima!
Marque a opção "Notifique-me" para saber quando seu comentário for respondido e não esqueça de deixar o link do seu blog/site para eu visitar depois!

Beijos,
Maura C. Parvatis!