28 de maio de 2011

Music Box # 2


Music Box é uma coluna semanal, em que eu, João Lucas, exponho meu gosto musical, apresentando discos novos ou antigos do meu acervo e preferência.

 O Music box dessa semana vai fazer uma analise do disco "Born  This Way" o lançamento da cantora Lady Gaga, que está sendo um grande sucesso comercial na atualidade, logo na primeira semana a gravadora estima que o disco pode alcançar 1 milhão de copias e travou os servidores da Amazon pelo número de procura do album, também vendido por 0,99 centavos até já teve quatro singles lançados, Born this Way,Judas, The Edge of Glory e Hair que foi promocional, eu gostei do cd, confesso que de cara não gostei, mais logo em seguida foi apreciando cada vez mais!

Capa Standard
Capa da versão Special

Achei a capa da versão standard horível, ela já tinha postado-a no Twitter fazia tempo, e eu tinha achado que era palhaçada dela e infelizmente não foi, prefiro a versão da Special que só tem o close do rosto dela, é lindo e assustador!
Vou analisar o Born this Way Special Edition, é a mesma coisa só que possui faixas a mais.

Marry in the Night é a primeira faixa possui um começo lento e enigimatico, depois começa a parte dançante, é uma música empolgante dando um belo inicio ao cd, Born this Way foi o primeiro single uma canção poderosa com uma letra muito legal, fala sobre aceitar ser você mesmo que você é bonito do jeito que nasceu não importa se você é gay,transexual, negro,branco e etc, causou muita polêmica pela semelhança com o hino da liberdade, a poderosa música Express Yourself da Madonna, confesso que como fã da Madonna quando ouvi essa canção da Gaga quando vazou eu me lembrei de Express Yourself na hora, mais não chega a ser plargio as canções são apenas parecidas :), porém não tira o brilho da canção da Gaga que pode ser o hino para os jovens da atualidade que não conhecem EY da Madonna e outros, Government Hooker tem uma letra pesada, tradução é Prostituta do governo, segundo Gaga a canção fala de "como o governo fode com a gente", eu simplesmente fiquei viciado nessa música, batida empolgante e letra foda estou doido para que vire single! Judas é o segundo single do disco, a letra fala que ela está apaixonada por Judas ou se levar para uma outra interpretação, Judas seria uma apologia a traidor, ela está apaixonada por uma pessoa que a trai, porém o clipe conta uma outra história que não vou postar aqui por que é grande, mais tem no LadygagaBrasil, enfim é uma canção com uma batida super dançante, refrão chiclete que gruda na cabeça, muitos chama de Bad Romance 2.0 mais realmente lembra um pouco, Americano é uma dessas músicas que de cara você vai odiar, lembra aquelas canções espanholas depois de ouvir duas vezes concerteza você vai gostar comigo foi assim :}. Hair foi single comercial e é uma das melhores do cd, tem um toque de Sax, não sei o motivo mas senti uma nostalgia quando ouvi essa canção já é uma das minhas preferidas, Scheiße é outra canção na qual a Gaga e Redone capricharam é dançante, envolvente, chiclete e vai fazer você se acabar no Dancefloor rs, Blood Mary é a  canção mais enigmática do disco, com o coral de homens cantando "Gaga" misteriosamente como se ela fosse uma Deusa deixa a canção mais enigmática ainda, a letra é muito boa uma das melhores recomendo!  Black Jesus † Amen Fashion fala um pouco, pouco mesmo, sobre a propria Gaga tem uma batida lenta no começo, lembra aqueles desfiles de moda, essa música só tem na versão Special, Bad Kids é meio Rock e Pop, uma das canções mais viciantes! gostei do clima agressivo no começo da música, é uma das melhores faixas se virar single eu vou adorar também! Fashion of His Love só tem na versão Special, é uma faixa bem dançante e pegajosa a mesma coisa serve para Highway Unicorn (Road to Love) porém essa última se encontra na versão normal do disco, não gostei muito de Heavy Mental Lover é uma daquelas que servem de fundo para baladas, é bem trance  Electric Chapel é muito foda, tem um inicio bem rock! a voz de Gaga está ótima nessa música, eu também achei a letra muito massa! curiosidade@ Eletric Chapel é o nome do lugar (Bar ou um templo) no clipe de Judas! The Queen é chatinha, mas eu gostei do solo de guitarra que tem na música,  Yoü and I é a perfeição do disco! eu não resisto as baladas no piano da Gaga! uma letra linda, batida envolvente uma mistura de rock e Pop,fez a canção ser uma das melhores do cd! perfeito! The Edge of Glory é a última faixa do disco, achei a canção bem "gay", possui um sax que deixou  a música divina, é uma das minhas preferidas além de ser o terceiro single do disco e o próximo clipe, fecha o cd com chave de ouro!

A Versão Special possui um disco 02 com alguns Remixes, não analisei por que achei desnecessario analisar Remixes, só posso dizer que diferente de muitos eu amei o Born This Way (The Country Road Version).

Como eu já disse, eu não gostei do disco logo na primeira vez,mas depois de ouvir de novo, eu estou adorando o cd é um dos melhores de 2011 concerteza! nota 10!

Videoclipes:

OBS: o canal VEVO da Gaga possui muitos videos, e todas as faixas do cd disponivéis!



Gostou do cd? compre na Saraiva ou no Videolar.

Gostaram da análise? Comente!  Obrigado pela atenção, um abraço e até sábado que vem, com mais um Music Box!

3 comentários:

  1. Olá!

    Já gostei muito de Lady Gaga, mas para mim ela se tornou comum (infelizmente). Gostei de sua análise!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. MEU DEUS, MEU DEUS e eu que achava que o J, tu, iria desmoralizar o disco todo, me surpreendi...
    Como você já sabe, adoro JUDAS e preciso ouvir esse disco.

    BEIGOS

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário ^^

Respondo todos (ou quase todos) os comentários nesse mesmo espaço.
E assim que possível, retribuo a visita em seu blog/site ou te pago um café na padaria mais próxima!
Marque a opção "Notifique-me" para saber quando seu comentário for respondido e não esqueça de deixar o link do seu blog/site para eu visitar depois!

Beijos,
Maura C. Parvatis!