12 de outubro de 2010

O Meme de um Mês: Dia 12 – Um conto

O fantasma de Canterville do Oscar Wilde

Eu adoro contos, e esse do Oscar não é um dos meus preferidos mas foi o que me introduziu ao autor e mesmo eu temendo lê-lo por achar que seria um daqueles contos de terror, no fim e durante a leitura dei bastante risada.
Fique com um trecho do conto: 

''Quando Mister Hiram B. Otis, o embaixador americano, adquiriu o Parque Canterville, não faltou quem o advertisse de que cometia uma loucura, porque na habitação apareciam, indubitavelmente, almas do outro mundo. Na verdade, o próprio Lord Canterville, cujo caráter era dos mais exigentes em escrúpulos, supusera seu dever assinalar o fato, chegado o momento de discutirem as condições do negócio.
- Até nós mesmos tínhamos já muito pouca vontade de residir aqui - disse Lord Canterville - desde que a minha tiaavó, a duquesa donatária de Bolton, desmaiou de terror (ela nunca pôde restabelecer-se desse abalo moral) quando as mãos de um esqueleto lhe assentaram nas espáduas, numa ocasião em que se vestia para o jantar. Devo igualmente dizer-lhe, Mr. Otis, que o fantasma tem sido visto por muitos membros ainda vivos da minha família, assim como pelo cura da paróquia, o Reverendo Augustus Dampier, agregado do King’s College, em Cambridge. Depois do desgraçado acidente sucedido à duquesa, nenhum dos nossos criados novos quis manter-se a serviço, e Lady Canterville raramente conseguia conciliar o sono durante a noite por causa dos misteriosos ruídos vindos do corredor e da biblioteca.
- Lord Canterville, - respondeu o embaixador - eu sou o comprador da propriedade e do fantasma pelo valor que lhes seja atribuído. Venho de um país moderno em que o povo tem tudo quanto o dinheiro pode obter. Não é certo que a nossa atrevida mocidade revoluciona o Velho Mundo? Não lhes arrebatam as melhores atrizes e prima-donas? Se existisse um fantasma na Europa, dentro em pouco o teríamos lá, estou convicto disso; ele seria exposto num dos nossos museus ou exibido nas ruas.
- Pois muito receio que o fantasma ainda, de fato, exista - disse, sorrindo, Lord Canterville. - Pode ser que haja resistido às propostas dos seus arrojados empresários. É bem conhecido desde há três séculos, precisamente a partir do ano de 1584, e nunca deixa de fazer a sua aparição às vésperas do falecimento de cada pessoa da nossa família.
- Oh! Em todas as famílias o médico faz exatamente o mesmo, Lord Canterville. Vamos, não existe fantasma algum. Não creio que as leis da natureza abram uma exceção em favor da aristocracia inglesa.
- Os senhores, na América, são, não há dúvida, muito naturais - comentou Lord Canterville, sem compreender a última observação de Mr. Otis - e, se lhe é indiferente ter
um fantasma portas adentro, estamos entendidos. Passadas umas semanas, a transação estava concluída, e, já quase ao findar da época, o embaixador e a família foram instalar-se no Parque Canterville.''


Para mais informações sobre O Meme de um Mês, clique aqui. E para ver os outros dias, aqui.

2 comentários:

  1. FIRRSSSSSSSSTTTTTT!!!!


    Interessante o conto...xD
    adoro esses tipos de conto '0'

    ResponderExcluir
  2. corajoso esse embaixador =0

    esse conto me faz lembrar os livro que eu lia quando pequeno =D

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário ^^

Respondo todos (ou quase todos) os comentários nesse mesmo espaço.
E assim que possível, retribuo a visita em seu blog/site ou te pago um café na padaria mais próxima!
Marque a opção "Notifique-me" para saber quando seu comentário for respondido e não esqueça de deixar o link do seu blog/site para eu visitar depois!

Beijos,
Maura C. Parvatis!