29 de julho de 2010

Coisa que não parece ser entendida...

“Outra coisa que não parece ser entendida pelos outros é quando me chamam de intelectual e eu digo que não sou. De novo, não se trata de modéstia e sim de uma realidade que nem de longe me fere. Ser intelectual é usar sobretudo a inteligência, o que eu não faço: uso é a intuição, o instinto. Ser intelectual é também ter cultura, e eu sou tão má leitora que agora já sem pudor, digo que não tenho mesmo cultura. Nem sequer li as obras importantes da humanidade. 
[...] Literata também não sou porque não tornei o fato de escrever livros ‘uma profissão’, nem uma ‘carreira’. Escrevi-os só quando espontaneamente me vieram, e só quando eu realmente quis. Sou uma amadora?
O que sou então? Sou uma pessoa que tem um coração que por vezes percebe, sou uma pessoa que pretendeu pôr em palavras um mundo ininteligível e um mundo impalpável. Sobretudo uma pessoa cujo coração bate de alegria levíssima quando consegue em uma frase dizer alguma coisa sobre a vida humana ou animal.”

Clarice Lispector

3 comentários:

  1. Clarice Linspector foi uma grande escritora, aprecio muito ela! Ser escritor não quer dizer necessariamente ser "intelectual" , aliás, acho muito difícil encontrar uma pessoa realmente intelectual.
    Gostei do seu blog, vou seguir!
    se quiser, conheça o meu http://artegrotesca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Clarice Lispector é uma grande e exemplar escritora,admiro muito a obra dela,e gostei muito do seu texto,parabéns,voltarei mais vezes.

    ResponderExcluir
  3. retrbuindo a visita.


    adorei seu texto, sou uma gã de clarisse ela foi uma grande escritora.
    adorei a maneira que escreve volterai varias vezes


    bjinhos

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário ^^

Respondo todos (ou quase todos) os comentários nesse mesmo espaço.
E assim que possível, retribuo a visita em seu blog/site ou te pago um café na padaria mais próxima!
Marque a opção "Notifique-me" para saber quando seu comentário for respondido e não esqueça de deixar o link do seu blog/site para eu visitar depois!

Beijos,
Maura C. Parvatis!